"Qualquer amor é um pouquinho de saúde, um descanso na loucura."
- João Guimarães Rosa

segunda-feira, 18 de março de 2013

                                 


Massagem e seus benefícios

A massagem relaxante é uma técnica que aplica movimentos: repetitivos, intensos, delicados e firmes sobre os tecidos do corpo que pode proporcionar o relaxamento físico e mental, melhorar a circulação, aliviar tensões musculares, trabalha a flexibilidade entre outros inúmeros benefícios.

Atualmente, é possível encontrar massagens com diversas aplicações: estéticas, terapêuticas e como forma de relaxamento. As técnicas de massagens ajudam a aumentar o nível da substância serotonina em nosso corpo proporcionando uma sensação de bem-estar e alegria, a massagem relaxante auxilia no processo para remover substâncias tóxicas das células que são prejudiciais ao nosso corpo, sendo uma técnica eficiente e rápida para combater o estresse.
Com uma rotina de trabalho estressante os músculos começam a tensionar, a respiração torna-se irregular, sensação de cansaço, cabeça e olhos doem. Uma sessão de massagem oriental ou ocidental, auxilia no reequilíbrio do corpo e da mente aliviando as tensões provocadas no dia-a-dia. Recomenda-se realizar a massagem relaxante em conjunto com hábitos de vida saudável como por exemplo a prática de esportes, técnicas de relaxamento, alimentação balanceada que auxilia na prevenção de problemas de saúde e no combate ao estresse...

agende uma avaliação; fone (47) 30432067 Estética Fernanda Nonato



http://www.mulheresdicas.com/saude-da-mulher/massagem-relaxante.html

MASSAGENS


                                                     

A massagem tem o poder de melhorar o estado emocional e o humor das pessoas, pois ajuda a aliviar o estresse e fazer com que as pessoas sintam-se mais relaxadas, melhorando o bem-estar geral.

A palavra massagem tem a sua origem do árabe “mass”: tocar, manusear, apalpar, mas também pode ser associada ao grego “massein”= amassar.Dentro os recursos utilizados, as massagens se destacam devido a grande variedade de técnica, além de sua ampla aplicabilidade tanto para promover o relaxamento como na prevenção e tratamento ligado a distúrbios musculares, vasculares e linfáticos. Outro campo que tem ganhado bastante adeptos é massagem com estética finalidades estéticas. 

As massagens em geral são muito agradáveis e trazem sensação de bem-estar. Dependendo da técnica, temos uma infinidade de benefícios. Por essa razão, geralmente faz-se um tratamento completo, com um número de sessões, completando um tratamento. A massagem relaxante pode ser realizada vez ou outra para combater o estresse, mas a redutora e a drenagem linfática devem seguir uma sequência seriada.A prática regular e contínua de qualquer forma de massagem pode fortalecer o corpo, ajuda a prevenir vários problemas que podem ocorrer devido ao excesso de tensão e uma fraqueza da nossa estrutura corporal. A massagem pode estimular ou acalmar o sistema nervoso ajuda a diminuir o cansaço.

Algumas formas de massagens se inspiraram na filosofia da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), com todas as teorias de Meridianos e pontos de Energia, utilizando-se de seus benefícios no corpo e em todos os sistemas, eliminando sintomas e curando doenças. Daí surgiu o Do-in, Shiatsu, Tui-Ná.Já as massagens com finalidades estéticas trazem um grande benefício circulatório. Ajudam a diminuir a estase circulatória e linfática, drenam líquidos estagnados, reduzem produtos do metabolismo final, relaxam a musculatura e diminuem a tensão.

Contudo, devemos levar em conta que há muitas modalidades de massagens e cada uma tem seu objetivo, indicação e maneira de ser realizada, mas, em geral, os efeitos fisiológicos são basicamente os mesmos, diferindo em um ponto ou outro. Entre os principais, destacamos:

  • Aumento da circulação sanguínea e linfática;
  • Remoção dos produtos catabólicos e metabólicos;
  • Melhora/Redução do edema;
  • Estimulação/Melhora das funções viscerais;
  • Promoção do relaxamento local e geral.


http://www.portaleducacao.com.br/estetica/artigos/9879/massagens

quarta-feira, 13 de março de 2013

Massagem para dor de cabeça


Se tiver interesse em agendar uma sessão de massagem para dor de cabeça,


Dores de cabeça podem ter várias origens, a maioria, porém, é muscular. Quer dizer que um músculo tenso, por exemplo, na região da nuca ou do pescoço, pode gerar dores de cabeça. Em geral, estes músculos são: trapézio, elevador da escápula, masseter, têmporas, esternocleidomastoideo e rombóide. Estas dores podem aparecer devido a fatores como: má postura durante muito tempo, falta de água no corpo, sinusite ou renite, má alimentação, má noite de sono, muito tempo no computador, levantamento de peso de forma errada, entre muitas outras coisas. Para saber a causa do problema, é indicado procurar um médico especialista. Boa parte da população costuma procurar um tratamento alternativo ou complementar para as dores de cabeça. Massagem é um destes tratamentos. A massagem tem um efeito relaxante na musculatura. Se as dores da cabeça têm a sua origem na musculatura tensa, pode ser que a massagem cure a dor totalmente ou alivie bastante. Cerca de 75% das dores de cabeca tem a origem na musculatura tensa.
É bom lembrar que existem perfis variados de pacientes. Há aqueles que reagem ao tratamento rapidamente e outros que demoram mais. Poderíamos dividi-los eles em quatro categorias: A, B, C e D. Vamos dizer que a dor de cabeça tenha origem num músculo tenso na região do pescoço. Neste caso, pessoas tipo A melhoram rapidamente, nos primeiros toques já sentem um alívio quase imediato e depois da massagem não sentem mais a cabeça doer. O tipo B melhora mais lento, o massagista tem que trabalhar mais para tirar a dor. Mas este cliente também sai bem melhor, com no mínimo 80% de melhora depois do tratamento. Cliente tipo C não melhora muito durante o tratamento, mas começa a apresentar alívio da dor algumas horas depois, o efeito é retardado. Mesmo assim, a dor não diminui tanto quanto nas pessoas A e B. A pessoa D, porém, não melhora quase nada, e vai ser necessário várias sessões para tirar a dor. E, mesmo assim, pode não ser possível tirar a dor por completo. Claro, num caso deste, talvez a origem da dor não seja muscular, e o melhor é encaminhar a um especialista.
Mas o interessante disto é que tem vários tipos de pessoas, isso é importante. Existem pessoas que aproveitam a massagem ou os tratamentos mais rápido que outros. Por isso, não dá para garantir um tempo de tratamento, Cada caso é um caso. Mesmo assim, vale à pena tentar algumas sessões de massagem, para ver se o paciente apresenta melhora. Inclusive, a massagem é extremamente segura. A massagem para dor de cabeça costuma ser de média pressão e, normalmente, é bem gostoso receber.
É muito raro que uma dor de cabeça seja sintoma de uma doença muito grave. Claro, é sempre bom procurar um médico especialista para descobrir o que gera a dor, especialmente se a dor de cabeça aparece com frequência. Uma dor de cabeça grave pode ter como causa um tumor e só um médico pode diagnosticar isso. Mas, mesmo que não seja nada perigoso, uma dor de cabeça frequente afeta a vida cotidiana de forma muito negativa. Mas é sempre melhor fazer os exames certos para eliminar qualquer dúvida.
As formas mais comuns de dores de cabeça causadas por tensão muscular são:
  • Dor acima das orelhas, perto das têmporas, como se tivesse um capacete apertando. Origem: Pode ser o músculo trapézio, o músculo que fica lateral e dorsal no pescoço. Ele pode conter um tipo de ponto de gatilho ativo que irradia dores para a cabeça. Pode ser tratado com massagem com bons resultados. Aparece por causa de muito tempo na frente do computador, por exemplo, ou por má postura ou por carregar peso nas costas durante muito tempo.
  • Dor na testa e em volta dos olhos. Origem: Pode ser o músculo suboccipital e/ou o músculo esternocleidomastoideo. Pode ser um ponto de gatilho na musculatura ativa ou tensão que diminui ou prende a circulação de sangue no pescoço. Não é perigoso, mas incomoda bastante. Pode ser tratado com massagem com bons resultados. Esta dor de cabeça costuma dar enjôo e incomodar a visão. É parecida com a enxaqueca.
  • Dor nas têmporas acima das orelhas. Origem: Pode ser o músculo masseter ou as têmporas devido ao bruxismo ou estresse. Massagem é um ótimo tratamento.
A massagem é ótima para aliviar a musculatura. Se a dor de cabeça é de origem muscular, a massagem pode surpreender. Se não for muscular, tem que fazer outro tratamento. Mesmo assim, a maioria das dores de cabeça vem da tensão muscular. Pode ver que a maioria delas aparece depois de um dia estressante ou de sobrecarga no trabalho ou ainda depois de trabalhar sentado com o computador.

Estresse dói


 As tensões diárias fazem você enrijecer a musculatura até o seu corpo pedir socorro. Aí começam as dores e, para relaxar e aliviar o incômodo, nada melhor do que uma boa massagem. Escolha a sua!


Chateações em casa ou no trabalho, sapos engolidos, ansiedade, violência, 
medo de perder o emprego, pavor de engordar, receio de não dar conta da agenda apertada... Para a maioria de nós, as emoções geradas por essas e outras preocupações fazem parte do estresse diário e têm um destino certo: a musculatura. Sem perceber, começamos a segurar o telefone com força, a apertar a mandíbula, a manter os ombros curvados e a contrair os músculos das costas. O resultado é uma dor crônica pelo corpo, fruto de anos de tensão muscular. “A rigidez causa dor, porque na área contraída a circulação do sangue fica mais difícil e a oxigenação dos tecidos é prejudicada, impedindo a eliminação de toxinas. O incômodo é pior se a tensão no local chega a comprimir os nervos”, explica Maria Thereza Bortolo, especialista em eutonia, uma técnica que melhora a consciência corporal.
Não dê as costas para a dor 
Como eliminar todas as fontes de estresse é impossível, o melhor caminho para ficar livre das dores é aprender a lidar com as pressões. “Se em vez de sufocar sentimentos como a raiva, o medo e a humilhação, passamos a aceitá-los e a expressá-los com maturidade na hora em que eles aparecem, agimos no sentido de evitar novas tensões e dores musculares e até mesmo de aliviar as antigas, que estão ‘congeladas’ e podem incomodar por anos a fio”, garante o médico e psicoterapeuta Ricardo Rego, professor e diretor do Instituto Brasileiro de Psicologia Biodinâmica, de São Paulo.
Ou seja, se você não resolve o problema na hora (foge, arruma uma válvula de escape), ele se acumula em forma de tensão no corpo. E vai fazendo mal, causando vários sintomas psicossomáticos, como a dor. “Pessoas deprimidas e ansiosas são as que mais sofrem de dores nas costas, por exemplo. Para melhorar, elas deveriam passar a acreditar mais no próprio potencial e readquirir a auto-estima”, ensina o reumatologista José Goldenberg, vice-presidente do Hospital Albert Einstein e autor do livro Coluna Ponto e Vírgula (Ed. Atheneu).
Enquanto insistimos em manter a mesma postura diante da vida, outra saída bem menos complicada é buscar o bem-estar por meio de massagens e outras técnicas de manipulação de partes do corpo. Elas, literalmente, ‘tiram com as mãos’ as dores causadas por estresse e, de quebra, induzem à produção de substâncias que podem atuar no equilíbrio emocional.
O ALÍVIO ESTÁ NAS MÃOS DE ESPECIALISTAS 
SE SUAS DORES SÃO MESMO FRUTO DO ESTRESSE — E NÃO DE UMA HÉRNIA DE DISCO OU ATÉ DE UM TUMOR NAS COSTAS, POR EXEMPLO — O VAIVÉM DAS MÃOS DE UM ESPECIALISTA QUALIFICADO, CAPAZ DE DIFERENCIAR A CAUSA DA DOR, COSTUMA SER UM EXCELENTE REMÉDIO. CONFIRA, A SEGUIR, AS MASSAGENS E TÉCNICAS MAIS INDICADAS PARA ESSES CASOS. O IDEAL É FAZER AO MENOS DEZ SESSÕES — TEMPO MÍNIMO QUE UM ORGANISMO ESTRESSADO LEVA PARA COMEÇAR A RESPONDER AO TRATAMENTO.
MASSOTERAPIA, A MASSAGEM OCIDENTAL
O que é 

O ocidente também aceita o poder da massagem, tanto que é um dos recursos utilizados por fisioterapeutas para curar e reabilitar vítimas de traumas físicos (como estiramentos musculares), para controlar a dor, melhorar a circulação sangüínea e aumentar a flexibilidade das articulações. A explicação para os benefícios do vaivém das mãos, nesse caso, remete a reações fisiológicas já comprovadas. O toque dos dedos e das mãos na pele estimulam o fluxo do sangue (permitindo mais oxigênio para os tecidos e células) e a circulação linfática (responsável pela liberação de toxinas pelo organismo). Além disso, milhões de receptores nervosos sob a pele enviam sinais para o cérebro que, por sua vez, responde com a liberação de substâncias que dão a sensação de bem-estar e aliviam as dores — como as endorfinas, verdadeiros analgésicos naturais. Por isso, ela funciona quando há dores por estresse.
Como é feita 
“Se é um problema de tensão muscular, trabalha-se a área dolorida até dissolver os nódulos resultantes de contraturas. As áreas-alvo mais afetadas pelo estresse crônico são os ombros e as costas (na parte cervical, próxima ao pescoço, e na lombar, na região final da coluna)”, explica a fisioterapeuta Marina Luiza Spinelli, do Ambulatório de Fisioterapia do HC. Também conhecida como massagem terapêutica, ela usa a aplicação de força ou vibração, de forma profunda, sobre tecidos macios do corpo (músculos, tendões, ligamentos e articulações). A massoterapia é feita com o auxílio de cremes ou óleos específicos.
Tempo de duração da sessão: 60 minutos

http://revistavivasaude.uol.com.br/saude-nutricao/55/artigo65673-1.asp

Massagem alivia a dor porque melhora a circulação do sangue


A sabedoria popular diz que o que os olhos não veem o coração não sente. E a medicina completa: o corpo sente o que os olhos veem. As tensões acumuladas no trabalho, no trânsito e no pagamento das contas muitas vezes se transformam em dor muscular.
Umas das formas de aliviar a dor muscular é a massagem. O Bem Estar desta sexta (23) recebeu dois especialistas no assunto: o médico do esporte Gustavo Magliocca e a fisioterapeuta ortopédica Natália Molina.
A sabedoria popular diz que o que os olhos não veem o coração não sente. E a medicina completa: o corpo sente o que os olhos veem. As tensões acumuladas no trabalho, no trânsito e no pagamento das contas muitas vezes se transformam em dor muscular.
Umas das formas de aliviar a dor muscular é a massagem. O Bem Estar desta sexta (23) recebeu dois especialistas no assunto: o médico do esporte Gustavo Magliocca e a fisioterapeuta ortopédica Natália Molina.
A sabedoria popular diz que o que os olhos não veem o coração não sente. E a medicina completa: o corpo sente o que os olhos veem. As tensões acumuladas no trabalho, no trânsito e no pagamento das contas muitas vezes se transformam em dor muscular.
Umas das formas de aliviar a dor muscular é a massagem. O Bem Estar desta sexta (23) recebeu dois especialistas no assunto: o médico do esporte Gustavo Magliocca e a fisioterapeuta ortopédica Natália Molina.
arte bem estar dor muscular (Foto: arte / G1)
A tensão muscular é um mecanismo de proteção do corpo, dos tempos em que o ser humano vivia na natureza. Em situações de perigo, o cérebro manda o corpo ficar preparado, em estado de fuga ou luta, e a tensão faz com que o músculo não se machuque ao entrar em ação.
Quando acumulamos problemas e não conseguimos relaxar a mente, o corpo também não relaxa, o que deveria acontecer naturalmente. É este excesso de tensão que deixa os músculos doloridos.
A massagem facilita o processo de relaxamento dos músculos de várias maneiras. Quando você amassa os músculos, melhora a circulação e a distribuição do sangue – até porque o calor provocado pela fricção dilata os vasos. O músculo fica mais bem nutrido e relaxado, e a dor é aliviada.
arte bem estar dor muscular (Foto: arte / G1)
Além disso, a massagem estimula receptores espalhados pelo corpo, que reagem à temperatura, à pressão e ao toque. Estes estímulos são enviados ao cérebro, que responde com um comando para que os músculos relaxem.
Como a temperatura tem grande influência, a água quente é uma aliada da massagem na hora de relaxar o músculo, e pode até resolver as dores mais leves. Bolsa de água quente, toalha molhada e até mesmo um bom banho são formas de tratar a dor. A água só não pode ser quente demais, para não queimar a pele.
Outro tipo de dor muscular que a massagem pode aliviar são os nódulos. As fibras musculares se embaraçam e formam pequenos caroços – que são os nódulos. É como se o músculo desse nós em si mesmo, e por isso ele fica tencionado. A dor que estes nódulos causa não se atém ao local. Ela pode se refletir em outro músculo ou então se generalizar pelo corpo inteiro.
Dor nas costas
O site do Bem Estar perguntou qual a parte do corpo que mais dá dor muscular, e 35% dos leitores disseram que sentem dores nas costas – foi a queixa mais comum.
A coluna se divide em três partes. A coluna cervical vai da base da cabeça até a parte de trás do tórax. A partir daí, começa a coluna torácica, que engloba 12 vértebras na região central das costas. Na parte final, a coluna é conhecida como coluna lombar. É importante identificar bem onde é a dor para saber a melhor forma de tratá-la.